Time de Tecnologia: como uma equipe remota pode acelerar o desenvolvimento de plataformas, aplicativos e sistemas - 2024

Por Gabriel Matias em

25/11/2023 - Atualizado em:

2024

Tempo de leitura: 11 min

Tem um projeto de tecnologia e não sabe ainda como um time de tecnologia remoto pode resolver a sua necessidade? Neste artigo, você vai entender como ter um squad ágil, trabalhando remotamente em seu projeto, pode acelerar muito o seu desenvolvimento. 

Squad remoto é um grupo de pessoas altamente capacitadas: profissionais multidisciplinares escolhidos criteriosamente para o projeto. Dentre as principais vantagens de trabalhar com esse modelo de equipe, podemos destacar a escalabilidade da capacidade de entregas e a economia de recursos.

Projetos de tecnologia costumam ser contínuos. Quando desenvolvemos um site, software ou aplicativo, em pouco tempo eles precisam de atualizações, melhorias e novas funcionalidades, por exemplo.

Empresas envolvidas com este tipo de projeto, que não são do mercado de tecnologia, relatam problemas na comunicação, atrito entre os setores e queda na qualidade das entregas ao longo do tempo. Muitas terceirizam a demanda para empresas do setor e acabam se desiludindo com os resultados entregues.

Foi a gigante Spotify que introduziu ao mercado o conceito de squad. Após alguns anos trabalhando com a metodologia ágil Scrum, eles perceberam que os processos não estavam tão rápidos quanto gostariam.

Publicaram, então, seu próprio manifesto, dos quais afirmavam que a agilidade, em si, era mais importante que qualquer metodologia que se diga ágil. Em outras palavras, mudaram a forma de enxergar o Agile, priorizando efetivamente a agilidade. Dentro do novo modelo Agile criado pelo Spotify, os times Scrum passaram a se chamar Squads 

O conceito de um squad remoto é permitir flexibilidade e evitar os problemas comuns que afetam outras soluções no mercado, como a terceirização para software houses e contratação de equipe própria. 

Diante disso, os squads remotos estão se mostrando uma terceira via muito interessante para empresas que precisam desenvolver plataformas, aplicativos e sistemas.

Quer saber mais? Então acompanhe!

Quais são os profissionais que compõem um time remoto de tecnologia?

Quais são os profissionais que compõem um squad remoto de tecnologia?

As metodologias ágeis são fundamentadas em qualidade com velocidade. No Manifesto Ágil original, indivíduos e interações são mais importantes que ferramentas e produtos. 

Sendo assim, nenhum profissional pode estar sobrecarregado. Do contrário, o objetivo ao contratar um squad de tecnologia, marketing ou qualquer outro, não será cumprido. 

Dessa forma, para o bom andamento do projeto, recomenda-se que o squad remoto ágil tenha no máximo 9 profissionais multidisciplinares. Essa é uma das maneiras de garantir entregas ágeis com qualidade e com menor custo, poupando gastos futuros decorrentes de erros.

Contudo, esse número não está escrito na pedra. É possível que um squad seja composto por mais profissionais, se fizer sentido e gerar resultados para o projeto. Na Magazine Luiza, por exemplo, existem squads com mais de 9 profissionais.

Cada projeto possui um tamanho, um prazo e um orçamento. Por isso, nada impede que um trabalho exija a presença de mais de um dos profissionais que compõem um squad.

Veja quais são esses profissionais que normalmente integram um squad de tecnologia:

Product Owner

Como o próprio nome sugere, em inglês, é o dono do produto. Ganha este nome por ser o responsável pela comunicação e pelo alinhamento entre todos os envolvidos no projeto. 

Neste caso, ele acompanha a equipe de perto e toma as decisões cabíveis para que as entregas gerem valor ao negócio e aconteçam dentro dos prazos previstos.

É ele quem define as prioridades, removendo impeditivos e evitando retrabalhos. Sem ele, é muito difícil conseguir que o seu projeto caminhe da forma mais rápida, econômica e funcional possível. 

Tech Lead

O Líder de tecnologia é um profissional experiente, com grande capacidade técnica, que consegue ter uma visão ampla do projeto, identificar os principais pontos de atenção e identificar as melhores soluções.

Diferente do Product Owner, este profissional é responsável apenas por orientar os profissionais de desenvolvimento e não se preocupa com a comunicação externa do projeto. 

A principal função do Tech Lead é otimizar o desenvolvimento, prevendo erros e sinalizando os melhores caminhos, devido à sua grande expertise. O ideal é que o Tech Lead seja um profissional pleno ou sênior para o tipo de projeto correto. O desenvolvimento de um aplicativo, por exemplo, precisa de um Tech Lead experiente com aplicativos.

Designer UX

Este profissional é o responsável pela experiência do usuário com a plataforma de tecnologia que está sendo desenvolvida — seja aplicativo, site ou software. 

É ele quem realiza testes de usabilidade, propõe e desenvolve soluções mais atraentes para os sistemas, estuda o fluxo e o comportamento do usuário para prever erros e identificar os melhores mapas de navegação, entre outras funções. 

Designer UI

Diferente do Designer UX, o profissional UI é responsável pela interface. Ou seja, ele tem a missão de desenvolver os recursos necessários para que o usuário não se perca na utilização da aplicação. 

Desenvolvedor Front-End

O Dev Front-End atua na interface com a qual o usuário final vai interagir. Ele programa as telas e páginas da aplicação web ou mobile de acordo com o que foi desenvolvido pelos designers do produto. 

Desenvolvedor Back-End

Este profissional atua no código, na parte de um site, app ou sistema que o usuário final não vê. Ele é responsável, por exemplo, pela manutenção dos bancos de dados que guardam informações não-disponíveis aos usuários, como informações de cadastro, senhas, etc.

Arquiteto de Sistemas

Em projetos de porte maior, pode surgir a necessidade de ter profissionais ainda mais segmentados e qualificados. Esta função é desempenhada, muitas vezes, por designers. Mas este profissional é formado em Arquitetura da Informação, que consiste em organizar todas as partes do sistema que está sendo criado, a fim de que seja compreensível.

A Crowd possui uma base de 19 mil profissionais remotos de tecnologia e outros setores. Esse é um dos principais recursos que utilizamos para montar squads de desenvolvimento incríveis e entregar resultados como o da Heath for Pet e acelerar a transformação digital de empresas.

Como trabalha um time de tecnologia e como funciona o fluxo de entregas?

Como trabalha um squad de tecnologia e como funciona o fluxo de entregas?

Autonomia é a palavra-chave, quando se fala em metodologias ágeis. Autonomia para a equipe de desenvolvimento do produto poder trabalhar da forma que se sinta melhor, otimizando assim a entrega de resultados. Aqui, estamos falando de um squad de tecnologia que trabalha de forma remota.

Nas metodologias ágeis, existe uma divisão do projeto em ciclos de entregas, conhecidos como sprints. Após uma reunião com todos os integrantes do time, fica definido um entregável e um prazo. Durante a sprint, cada membro do squad remoto trabalha na sua parte, onde e no horário que preferir.

Uma equipe se torna tanto mais produtiva quanto maior é a sua autonomia. Uma das principais vantagens de trabalhar com squads remotos de tecnologia é a agilidade. Isso porque esses profissionais não possuem a rigidez do horário comercial e recebem por produtividade, em vez de um salário no fim do mês.

Sua única preocupação é com as entregas do projeto, que podem ser:

  • Desenvolver plataformas com base em qualquer tecnologia
  • Desenvolver aplicativos móveis Android e iOS
  • Desenvolver softwares para computadores
  • Desenvolver programas para PDV, sistemas para intranet
  • Desenvolver web sites institucionais, lojas virtuais
  • Desenvolver games
  • Entre outras, inclusive ideias inovadoras ainda não existentes no mercado.

Quais os resultados que você pode alcançar com um squad remoto?

Quais os resultados que você pode alcançar com um squad remoto?

Há várias opções para que uma empresa dê andamento ao seu projeto de tecnologia. Organizações mais tradicionais costumam contratar uma equipe interna, com todos os profissionais mencionados anteriormente, o que custa muito dinheiro e tempo no processo seletivo, além do tempo com treinamentos.

Mas, a depender do ramo de negócios, o RH pode nem estar qualificado para escolher profissionais de tecnologia. E hoje, quando se pensa em desenvolvimento de produtos, squads com metodologias ágeis podem trazer resultados como:

  • Entregas mais rápidas e assertivas aos clientes
  • Maior frequência no desenvolvimento de melhorias
  • Melhor experiência dos usuários finais do produto
  • Upgrade no nível de desenvolvimento do projeto
  • Máxima produtividade dos envolvidos
  • Inovação das soluções
  • Tomada de decisão mais rápida e eficaz
  • Entre muitos outros.

Entretanto, é importante ressaltar que não basta ter um squad remoto à sua disposição, que todos estes resultados serão imediatamente atingidos. Um squad é um time operacional e é igualmente relevante contar com um bom planejamento, baseado em uma estratégia traçada corretamente, para atingir os fins desejados. 

Voltando às opções para dar vida a um projeto de tecnologia, além da possibilidade de contratar um setor internamente ou formar um squad remoto, uma terceira via é terceirizar o serviço a uma software house.

Software houses são empresas que prestam o serviço de desenvolvimento de softwares, aplicativos, sistemas de websites etc. Eles têm suas próprias equipes.

Ao contratar uma software house, como nas outras opções, você encontra vantagens e desvantagens. Se, por um lado, você encontra preços mais acessíveis, por outro, você nem sempre tem facilidade na interação com o time, o que pode gerar conflitos, erros e atrasos. 

Este foi apenas um exemplo, mas existem vários outros. E agora?

Squad de tecnologia, software house ou contratar internamente: qual a melhor opção para o seu projeto?

Squad de tecnologia, software house ou contratar internamente: qual a melhor opção para o seu projeto?

Você deve estar com essa dúvida, e a resposta é que isso vai depender de 5 fatores que você deverá avaliar a partir de agora:

  1. Qual o nível de maturidade digital da sua empresa?
  2. Qual o seu ramo de negócios?
  3. Qual o orçamento disponível para o seu projeto de tecnologia?
  4. Quanto tempo você tem?
  5. Sua empresa já adota metodologias ágeis?

Vamos te ajudar a entender esses tópicos e tomar sua decisão.

Em primeiro lugar, pense sobre qual é o nível de maturidade digital da sua empresa. Se ela ainda está começando a lidar com a ideia de soluções digitais e trabalho remoto, talvez a melhor opção seja buscar a terceirização com uma software house. 

O seu ramo de negócios também vai influenciar. Negócios de serviços prestados de forma presencial ou lojas físicas de venda de produtos diversos podem ter problemas com soluções remotas, principalmente as organizações mais tradicionais.

Porém, um dos pontos mais importantes na hora de escolher qual caminho seguir, é o seu orçamento.

Pouco recurso não permite contratar uma equipe, seja interna ou para montar um squad remoto. Neste caso, terceirizar com uma empresa de softwares deve fazer mais sentido pra você. Já quem possui mais recursos para alocar em um projeto, deve considerar um time próprio ou um squad remoto de tecnologia. 

Empresas com grande maturidade digital, que já conhecem as vantagens do trabalho remoto e que possuem maior flexibilidade no orçamento, são melhores candidatas a desfrutar dos benefícios de contratar um squad.

Prazo também é importante. Normalmente, quanto mais rápido você precisar do projeto, maiores os custos. Montar Squads Agile melhora a capacidade de obter mais resultado em menos tempo, e o custo aumenta junto. 

Se a sua empresa já tem familiaridade com metodologias ágeis, melhor ainda. Contar com os benefícios incríveis de ter um squad remoto de tecnologia trabalhando no seu projeto requer agilidade, também, da sua parte.

Se o seu negócio tem familiaridade com Agile e orçamento suficiente, você deve considerar organizar seu próprio setor de tecnologia internamente. Se os recursos não são suficientes, um squad remoto é a melhor opção!

Como a Health for Pet solucionou sua demanda?

A Health for Pet é uma empresa de planos de saúde para animais de estimação. Após digitalizar o negócio, mudou o rumo dos resultados e chamou a atenção da Porto Seguro. Hoje, nenhum contrato é mais no papel e o tempo de fechamento dos contratos caiu de 30 para 7 dias.

Fernando Leibel, presidente da empresa, atribui todo este sucesso à parceria feita com a Crowd, que montou e gerenciou 100% do squad remoto que desenvolveu sua plataforma de vendas digital e aplicativo. Veja aqui este case de sucesso completo.

Da mesma forma que ajudamos a Health for Pet a reduzir custos, captar mais clientes e se tornar parte do grupo Porto Seguro, queremos ajudar você e sua empresa com o seu projeto de tecnologia. 

Contratar uma equipe inteira de tecnologia, internamente, pode ser demorado e aumentar muito os custos.

Deixe-nos saber mais sobre o que você precisa e te ajudar a decidir enviando informações relevantes e um orçamento adequado para o seu projeto. Solicite seu orçamento aqui na Crowd!

Gabriel Matias

CROWD = Plataforma de Talentos de Marketing e Tecnologia. Conectamos você com especialistas para acelerar sua transformação digital. Profissionais e equipes remotas para implementar o que você precisa.

Contrate profissionais